22 de julho de 2008

A elegancia de Fernanda Basto

Um comentário:

Bia Alves disse...

É com lágrimas a rolar pelo rosto que escrevo. Quanta emoção! Quantas saudades implícitas nas fotos. Saudade de pessoas, estilos, de uma época. Saudade apenas. Parabéns!
Sigo caminhando contra o vento, não mais sem lenço e sem documento. O que não mudou? Não discuto a toa, não reclamo. Chamo o ladrão!
Beijos